27 de maio de 2012

Fogo

   - Também te amo. Beijos.
Eram duas da manhã do domingo e Sophie ainda não dormira, pois estava conversando com Johnny pelo telefone. Ela estava exausta e então foi dormir.
   [...]
   De manhã, Sophie decidiu por a fofoca em dia com Laila, afinal, elas ainda eram amigas.
   - Laila? Sou eu, Sophie.
   - Sophie, querida! Como você está?
   - Estou ótima. Para falar a verdade, nunca estive melhor.
   - Hum.... eu te conheço, Sophie. Está apaixonada?
   - Quem sabe...
   - E quem é o felizardo?
   - É um colega do trabalho. O nome dele é Johnny. Johnny Parker.
[...]
   - Mas porque você tem que ser contra as minhas paixões?
   - Porque eu sempre tenho razão. Lembra do Daniel? Eu falei que ele ia te machucar, jogar teu coração no chão e pisar em cima, mas você não me deu ouvidos... Depressão, Sophie. Foi assim que aquela paixão acabou.
   - Mas com o Johnny é diferente. Ele não é um garoto da escola, ou algo do tipo. Ele é um homem maduro, que trabalha e me ama.
   - Você tem certeza?
   - Do que?
   - Que ele te ama?
   - Claro. Eu já...
   - Incrível isso, não?! O Daniel também dizia que te amava e olha como o "amor" de vocês acabou... Não me leva a mal, Fifi, mas eu só quero teu bem. Você quase se matou da última vez que se apaixonou, e... eu tenho medo que dessa vez tudo acabe muito pior.
   - O que é isso, Laila? Eu sei me cuidar. E sei também que o Johnny me ama.
   - Terminar com outra menina não quer dizer que ele te ama. E olha aí, como ele machucou a ex...
   - A Melanie saiu muito machucada nessa história, mas mereceu isso tudo.
   - Sabia que quando você deseja mal aos outros, o mal volta em dobro?
   - Eu sei, eu sei... mas porque essa desconfiança toda com o Johnny?
   - Vocês vivem longe um do outro, e... você já pensou se ele pode estar te traindo?!
   - Me trair?
[...]
   Sophie desligou o telefone com uma pergunta na cabeça: "Será que o Johnny está me traindo?". Ela tinha combinado com Laila que iriam seguir o Johnny no outro dia, já que ele disse que tinha dentista marcado e iria faltar no trabalho. E para que o dia terminasse bem, ele nem poderia desconfiar que estava sendo seguido.
Amy era a melhor amiga do casal, e Sophie sabia que Johnny tinha pedido a ela para ficar de olho nela. Pegou o telefone e ligou para a amiga.
   - Alô? Amy?
   - Sophie, o que houve?
   - Nada sério, Amy. Só quero tua ajuda.
   - God, help me! Problemas com o Johnny?
   - Não exatamente.
Sophie contou o plano que tinha em mente, e pediu para Amy dizer a Johnny que Sophie não saiu do escritório um só minuto. Amy concordou, pois queria paz entre o casal amigo.
As ações do outro dia tinham que correr perfeitamente, e se depender de Amy, Johnny nunca sonharia com a namorada desconfiada de traição.

3 comentários:

♥ Sâmmy Bridges ♥ disse...

Amei! Perfect como sempre!
Tão fofos...

http://sammysacional.blogspot.com.br/

Era uma vez... disse...

Esse capítulo me lembrou muita coisa com meu ex... Parabéns, adoro Quarter after one. Beijos. :3

Mirela Barbie Bass. disse...

Adorei Chassy, muito otimo. Uma pena que não conseguia comentar antes =| Mais eu estou aqui U_U
Posta logo mais um capitulo.

Eu tambem tenho uma webnovela|fanfic: Se puder visite e me diga oque achou: http://ficsjemi-irreplaceable.blogspot.com.br/)

Posta mais *-*
Beijo :*
Mirela Barbie Bass.